REFORMA TRABALHISTA E PAÍS MAIS POBRE

 

Para Randolfe, nova pesquisa mostra país mais pobre e desigual
Da Redação e Da Rádio Senado | 17/04/2018, 20h42
Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) citou dados recentes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios que aponta, em sua opinião, um Brasil mais desigual e mais pobre. Ele contrastou os resultados da pesquisa com as promessas do governo federal sobre os efeitos positivos da reforma trabalhista.

O senador sublinhou que a renda nacional está mais concentrada nas mãos de poucos, situação que afeta principalmente os estados de regiões mais pobres. Enquanto os trabalhadores de mais baixa renda passaram a receber menos, os mais ricos registraram aumento de receita através do capital especulativo, acrescentou Randolfe.

— Até onde a desigualdade não aumentou, não aumentou de forma virtuosa, mas de forma viciosa. Ou seja, a desigualdade não aumentou no Sudeste porque a pobreza, inclusive dos mais ricos, lá aumentou — explicou.

A redução da inflação foi atribuída pelo senador à perda do poder de compra da população, o que inibe a produção industrial e a geração de postos de trabalho. Randolfe Rodrigues também associou o elevado desemprego ao crescimento dos crimes violentos e criticou a política recessiva do governo federal.

<https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2018/04/17/para-randolfe-nova-pesquisa-mostra-pais-mais-pobre-e-desigual>

 

Ver mais POLÍTICA BRASILEIRA

 

..

.