DIA NACIONAL DO PERDÃO

30 de agosto


Lei institui 30 de agosto como o Dia Nacional do Perdão
Estadão Conteúdo
20/04/17 - 09h57

O presidente Michel Temer (PMDB) sancionou a Lei 13.473/2017, que institui o Dia Nacional do Perdão, a ser celebrado anualmente no dia 30 de agosto. A nova lei está publicada na edição desta quinta-feira, 20, do Diário Oficial da União (DOU).

O projeto que deu origem à lei é de autoria da deputada Keiko Ota (PSB-SP), que teve o filho Ives Ota sequestrado e morto, aos 8 anos, em 30 de agosto de 1997. Depois de conhecer os assassinos do filho, a deputada e o seu marido, Masataka Ota, decidiram perdoá-los.

De acordo com informações do site do Senado, a relatora do texto, senadora Simone Tebet (PMDB-MS), avaliou que a atitude de Keiko Ota é um exemplo a ser seguido. Para a relatora, o projeto é importante e singelo, pois promove o perdão em tempo de “divisões e muros”. O projeto foi aprovado pelo Congresso no fim de março.
<https://istoe.com.br/lei-institui-30-de-agosto-como-o-dia-nacional-do-perdao/>

 

Ao ler a matéria acima, no meio estava um link para outra matéria que diz:  "Eric Surita, filho do apresentador Emílio Surita, do Pânico da ‘Joven Pan’, revelou durante uma entrevista do programa ‘Stand up’, ter sido expulso de casa pelo pai após assumir que é bissexual."

 

Fico pensando como são esses cristãos.  Enquanto uns são capazes de perdoar um assassino, outros não perdoam homossexualidade ou bissexualidade de um filho.

 

Ver mais COMEMORAÇÕES, FATOS E MITOS

 

..

.